Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Apresentados

Subir à Pironga à noite

Se uma terra se chama Vaiamonte e outra se chama Monforte é impossível que entre elas não haja montes. Há. E logo a seguir a Vaiamonte temos uma bela subida à Pironga (D+ 114 m em apenas 670 m). Mas foi à noite, não se viu.
Tudo começou passava das nove, já com atraso, em frente à igreja de Santo António de Vaiamonte. Centena e meia de pessoas - por favor parem de nos chamar "atletas" - partiram debaixo de grossos pingos de chuva para uma aventura. Como estradista assumido que sou foco-me na distância (21 Km, coisa para um pouco mais de hora e meia, mas depois como sei que é trail dou-lhe, vá lá, mais 1 hora) e penso que é dar-lhe gás e acabá-la. Mas tudo se desvanece um pouco adiante.
Começa pelas Partidas. No movimento running não há cá hierarquias e muita gente embora sabendo que sistematicamente se classifica no último terço insiste em partir da linha da frente. É o primeiro obstáculo a ultrapassar. Neste Vaiamonte - Monforte até nem foi das piores partidas.
Parti caute…

Mensagens mais recentes

Avis a terra que Deus quis

UTSM para atletas de alto galarito

Proença entre fogo e água

Corrida no Alentejo

Maratona de Sevilha: Si! Tu puedes!

Cupido disparou setas entre Caia e Urra

6 longos para a Maratona de Sevilha