Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Apresentados

Avis a terra que Deus quis

Em Avis entrei pela primeira vez em setembro de 1988 há já 30 anos, como o tempo voa. Primeiro ano de trabalho, não havia carrito, e por lá ficava a semana. Leccionar numa escola difícil - que excelente tirocínio! - e, ao fim da tarde, ler e correr, que na altura ainda corria. Ou ia até Benavila levar com passo de tartaruga o colega Marcelino e, à volta - já livre! - assapar até Avis de novo; ou ia até ao Clube Náutico fazer um bocado de canoagem; ou ia até ao campo de futebol fazer séries; ou ia até Ervedal se a sessão era mais longa e voltava; ou ia para as margens da barragem do Maranhão correr e nadar por entre as bostas das vacas. Ao tempo que eu faço trail.
No domingo em Avis regressei para um trail. Durante todos estes anos regressara vezes e vezes para a São Silvestre ou para reunir com o Valério - esse monumento do concelho a quem o desporto de base tanto deve e que na última Gala do Atletismo foi alvo de justíssima homenagem por parte da AADP - mas para um trail nas margens…

Mensagens mais recentes

UTSM para atletas de alto galarito

Proença entre fogo e água

Corrida no Alentejo

Maratona de Sevilha: Si! Tu puedes!

Cupido disparou setas entre Caia e Urra

6 longos para a Maratona de Sevilha

Circuitos AADP a despontuar a inércia