X-mas days


Puxa por eles Amy que é Natal!
Natal! Azevias, etc, comidinha boa, etc, bons tintos oferecidos pelos amigos, etc, e a corrida!? A corrida surge no tira-gosto. O pós Maratona do Porto foi duro mas de há 15 dias para cá o chassis compôs-se e fora já com outro ânimo que abordáramos o trail de Cabeço de Vide e mesmo um fraccionado 5x2000 com que nos mimoseáramos há dias.
Assim na sexta 23, à noite, rumámos a Nisa à mais improvável das São Silvestres que tencionávamos correr este ano. Tempestade em 2015, nem resultados a Organização divulgou, vim de lá lesionado, prova às voltas o que abomino, e inscrição já confirmada para a São Silvestre de Lisboa no dia 31. Dia 23 era para descansar.
Começa a ficar velhote este Pais Natal e até já "compete" em M55
Eis senão quando publicam no Face uma foto com a T-Shirt que ofereciam a quem se desse a trabalhos e lá fosse. Cinzenta escura e com um bonito design. Deu-se um clique! Inscrição gratuita, bons prémios para os melhores que eu nunca ganharei mas enfim são atribuídos, a tal T-Shirt, perto de casa, nocturna e eu fico em casa!? Nem pensar. Vamos aproveitar a boa "onda" e vamos lá a Nisa.
Resultado: 5 belas voltas a um circuito de 1800 m "trongo" - empedrado e 2 subiditas quebra-ritmos - mas integrado numa fantástica equipa de 33 elementos, i.e., 20% do pelotão, sem chuva e relativamente pouco frio, e uma Organização desta vez sem falhas: tempos para todos, classificações online logo após  a meia-noite, álbum fotográfico poucas horas após o evento. Enfim, a "minha" AADP - serei sempre o seu pai queiram ou não queiram! :) - de novo viva e como pai não tenho quaisquer complexos de Édipo, funciona bem, elogio, funciona mal, calo-me. Por ora funciona melhor, falo.
A minha prova foi muito razoável embora venha de Nisa outra vez lesionado e tive que travar no último terço. Mesmo assim deu para 4.20 ao Km e isso é mais que bom para quem se estreou, aos 54, em M55. A Vitorina foi ao pódio em F50 e recebeu da mãos do Dr. Arménio Morais que lhe curou a primeira de um longo historial de lesões que são a coroa da moeda mas que nunca impediram - até hoje - de continuar a correr sempre com aquele sorriso.
Bem pode olhar embevecida a criança que estes 2 merecem "nome de rua"! ;)
A casa chegava a Inês, a caminho vinha o JP, e assim vai a vidinha, toda a gente a correr de um lado para o outro e nós ainda a "deslocar-nos em collants". Já hoje de manhã e após as iguarias da véspera fomos dar um voltita vicinal e agora enquanto destilamos o Quinta do Carmo, o Incendi e o Murganheira que o Miguel, o Fernando e a Inês quiseram oferecer-nos e nos preparamos para mais uma voltita - a caminhar sem SSS - à cidade publicamos mais este artigo. Somos 5! Quase todos corremos, incluindo nos X-mas days. :)


X-mas days em alcateia e em família
Voltinha pelas Covas de Belém, Natal é festa tradicional!
A estrear prendinhas ... para correr! :)

Mensagens populares