Trail do Zêzere

Excelente prenda de aniversário
O tartaruga JC tem andado um bocado atrapalhado com lesões que o têm impedido de correr tudo o que gostaria. Mas não tem parado e no domingo, dia de aniversário, 51º aniversário eles vão-se somando, decidiu oferecer-se uma extravagância: participar nos 23 Km D+1100 m Trail do Zêzere. A prova prometia e já esperava dureza, aliás dureza é o que se espera dos trails, só não queria desfiladeiros que com a minha altura as "alturas" fazem-me um bocado de impressão. Afinal uma tartaruga há-de andar sempre rente ao chão, é o que se espera. Mas o amigo Luís Graça e demais organizadores presentearam-me com uma bela levada do Castro para abrir a pestana. Não me travaram. Lá "curei" o meu joelhito ao longo de 3 h 30 m em que experimentei de tudo: frio, muito frio antes da partida, expectativa, apreensão, gozo puro com vontade que a prova nunca mais acabasse, tremideira nas partes mais técnicas, euforia e, para o final, dor, muita dor e sensação de exaustão. Cãibras nas coxas que nunca tinha sentido - normalmente são mais nos gémeos - e os últimos 3 Km praticamente todos a caminhar, a gerir para conseguir terminar. Um evento muito bem organizado e o prazer de voltar a correr quase sem queixas. Terá terminado a via sacra de 2013?

Mensagens populares